Sou suspeita para falar do Anglo, pois foi a escola que me acolheu ainda com quatro anos de idade e da qual só saí quando entrei na universidade.

O Anglo construiu minha história, viu meus altos e baixos, meus conflitos de infância e adolescência. Me hospedou dando suporte, e me incentivou a ir para a vida lutar.

No Anglo, conheci grandes amigos que mantenho até hoje, pessoas que tenho como irmãos. E foi também onde tive contato com professores maravilhosos, que não só ensinaram como me encantaram, proporcionando uma base muito sólida tanto para a aprovação no vestibular quanto para a escolha profissional e posicionamento social, principalmente os professores de história, minha paixão na escola.

Hoje, sinto que o Anglo foi a grande base da minha vida, pois permitiu a construção e o aprendizado de laços afetivos para além da funcionalidade, e os conhecimentos acadêmicos hoje me permitem circular e opinar por diversas áreas. Se hoje consigo manter-me profissionalmente de forma autônoma, construindo e inovando, disseminando saberes, ideias, e construindo laços, sem dúvida é graças ao Anglo.

Em 2006, me graduei em Psicologia pela USP.Meus outros estudos: Mestrado em Psicanálise na UFSC, Formação em Orientação Profissional no Instituto do Ser, Especialização em Psicanálise Clínica Freud a Lacan pelo IPUSP, Formação em Psicanálise pelo Clin-a, vinculado à Escola Brasileira de Psicanálise.
Atualmente, sou psicanalista com atuação clínica.
Sou fundadora, coordenadora e professora no curso de pós-graduação em Psicanálise: teoria e técnica da UNIVAP e professora na Associação de Psicanálise do Vale do Paraíba.